terça-feira, 30 de março de 2010

Histórico do Centro de Educação de Jovens e Adultos - CEJA



1.1 HISTÓRICO DO CEJA DE BRUSQUE

1.1.1 Por que foi implantado em Brusque?
Brusque situa-se como um município em franco desenvolvimento econômico cognominado merecidamente como, “Berço da Fiação Catarinense”, integrado com grande representatividade no Parque Industrial de Santa Catarina. É um município de grande progresso e desenvolvimento com fluxo enorme de pessoas que chegam a procura de trabalho, porem não são admitidas por falta de escolaridade que os habilitem a preencher os requisitos necessários às vagas existentes, ficando desempregado o trabalhador.

Frente à necessidade de mão-de-obra especializada, cada vez mais o mercado de trabalho exige maior aprimoramento intelectual e técnico, e para isto, mais instrução de base.

Mediante a apresentação de certificado de conclusão no local de trabalho (maioria das empresas); o funcionário, ora aluno, estará garantido sua permanência na função que exerce além de ter oportunidade de participar de promoções oferecidas pela empresa, sendo isso fator de incentivo à procura do ensino supletivo.

Segundo o art. 208 da Lei Nº. 9.394, de 20/12/96, “A educação de jovens e adultos será destinada àqueles que não tiveram acesso ou continuidade de estudos no ensino fundamental e médio na idade própria”.

§ 1º - Os sistemas de ensino assegurarão gratuitamente aos jovens e aos adultos, que não puderam efetuar os estudos na idade regular, oportunidades educacionais apropriadas, consideradas as características do alunado, seus interesses, condições de vida e de trabalho, mediante à cursos e exames.

§ 2º - O Poder Público viabilizará e estimulará o acesso e a permanência do trabalhador na escola, mediante ações integradas e complementares entre si.

1.1.2 Como iniciou?
O CEJA de Brusque iniciou com Autorização nº. 73/97, aprovado em 01/04/97, baseado numa matrícula prévia realizada anteriormente na Coordenadoria Regional de Educação de Brusque. Houve uma estimativa inicial de matrícula em número bastante significativo, aproximadamente 2500 alunos.

Inicialmente teve seu funcionamento anexo ao C.E. Dom João Becker, onde foi implantado em junho de 1997, sendo seu primeiro diretor o Professor Armando Knihs, primeiramente com o Ensino Médio. Nesse momento foram designados professores efetivos das Escolas Regulares Estaduais, onde, de forma gradativa, foi exposto aos alunos todo funcionamento do CEJA.

Desta forma, obteve-se o reconhecimento do Conselho Estadual de Educação, Parecer nº. 305/98, aprovado em 01/09/98.

Atualmente o CEJA funciona na Rua Adriano Schaefer, 40 – 2º e 3º pavimentos, centro de Brusque. O 2º pavimento comporta as seguintes dependências:

• Setor Administrativo;
• Secretaria;
• Direção;
• Setor Pedagógico;
• Biblioteca;
• Central de Módulos;
• Cozinha;
• Sala de Professores;
• Sala de Espera para alunos;
• Salas para Oficinas de Estudo:
- Biologia / Ciências;
- História / Geografia
- Filosofia / Sociologia
- Espanhol
- Nivelamento;

No 3º pavimento contém:
- Laboratório de Informática;
- Física / Química
- Arte
- Matemática
- Língua Portuguesa e Literatura / Inglês
- Língua Portuguesa e Literatura
- Educação Física
- Auditório
- Matemática

Consta do patrimônio do CEJA, os bens permanentes fornecidos pela Secretaria de Estado da Educação, bem como os adquiridos com recursos próprios da Associação de Funcionários, Professores e Alunos do CEJA, AFPAC.

O Centro de Educação de Jovens e Adultos tem sede em Brusque, mas atende também através de convênios e parcerias os Municípios de Guabiruba, São João Batista, Major Gercino, Botuverá, Canelinha e Tijucas.